Alimentos sem agrotóxicos serão servidos em escolas municipais de São Paulo


Alimentos livres de agrotóxico farão parte da merenda de alunos da rede municipal de São Paulo. (foto: Fábio Caffé)

Alimentos livres de agrotóxico farão parte da merenda de alunos da rede municipal de São Paulo. (foto: Fábio Caffé)

Produtos agrícolas de assentamentos da Reforma Agrária farão parte do cardápio das escolas municipais de São Paulo. A parceria promete incentivar a agricultura familiar e cooperativas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

O primeiro contrato entre prefeitura e cooperativas será firmado nesta quinta (3) por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Serão entregues 930 toneladas de arroz orgânico, ao valor de 2 milhões e 400 mil reais ao Departamento de Alimentação Escolar do município de São Paulo.

A iniciativa beneficiará os alunos que terão uma dieta mais saudável e cerca de mil e quatrocentas famílias que fazem parte da Cooperativa dos Trabalhadores dos Assentamentos da Região de Porto Alegre (Cootap), no Rio Grande do Sul.

Em entrevista ao Brasil de Fato, Nelson Krupinski afirmou que essa é mais uma prova das potencialidades da reforma agrária, além de também desenvolver ainda mais os assentamentos rurais.

Já estão previstos novos contratos de outros alimentos, como feijão, para serem fechados entre a prefeitura de São Paulo e cooperativas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. (pulsar/brasildefato)

Faça um comentário

− 6 = 1