Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia se preparam para entregar armamentos


Campo em Pondores onde processo de deposição das armas será verificado pela Missão da ONU na Colômbia. (foto: ONU)

Campo em Pondores onde processo de deposição das armas será verificado pela Missão da ONU na Colômbia. (foto: ONU)

A Missão das Nações Unidas na Colômbia informou na quinta-feira (2) que as Forças Armadas Revolucionárias do país (FARC) deram início ao processo de deposição dos seus armamentos, uma das etapas do acordo de paz firmado entre o governo e a entidade paramilitar.

Mais de 200 homens e mulheres — algumas delas grávidas ou amamentando — caminharam por nove quilômetros rumo a Pondores, região no norte da Colômbia onde um campo de desmobilização será criado.

O chamado Ponto Transitório de Normalização de Pondores fica dentro dos limites do departamento de La Guajira. É neste local em que as tropas das FARC serão separadas e os materiais bélicos entregues às autoridades ou destruídos.

De acordo com a missão da ONU, os integrantes do grupo armado que foram até Pondores na quinta-feira fazem parte dos mais de 6 mil e 300 integrantes das FARC envolvidos desde o último sábado (28) com os preparativos para chegar ao ponto de normalização.

Trinta e seis rotas de viagem estão sendo usadas em catorze departamentos da Colômbia, segundo estimativas preliminares do alto-comissário para a paz do governo do país, Sergio Jaramillo. (pulsar/onu)

Faça um comentário

18 − 10 =