Mundo tem 264 milhões de crianças fora da escola, diz Unesco


Apenas em 14 países a taxa de conclusão do ensino secundário  foi de pelo menos 90%.(foto: pixabay)

Apenas em 14 países a taxa de conclusão do ensino secundário foi de pelo menos 90%.(foto: pixabay)

Cerca de 264 milhões de crianças e adolescentes em idade escolar em todo o mundo estão fora da escola, aponta um novo relatório Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), lançado no Brasil na última terça-feira (24).

Em média, 83 por cento das crianças do mundo concluem a escola primária, e apenas 45 por cento concluem o ensino secundário, de acordo com pesquisas realizadas entre 2010 e 2015 em 128 países.

Em 40 das nações consultadas, a proporção de estudantes que concluem o ensino secundário foi inferior a um em cada quatro. Apenas em 14 países a taxa de conclusão desses estudos foi de pelo menos 90 por cento.

Os resultados foram reunidos no relatório Global Education Monitoring da Unesco. Após um declínio no início dos anos 2000, as taxas de crianças fora da escola começaram a estagnar, segundo o documento. O relatório ainda aponta que “cerca de 387 milhões de crianças com idade para ir à escola primária, ou 56% por cento, não alcançaram o nível mínimo de proficiência em leitura”.

Por outro lado, a taxa de alfabetização de adultos no mundo cresceu de 81,5 por cento para 86 por cento entre 2000 e 2015, mas está abaixo de 60 por cento em países de baixa renda.

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, apelou aos governos de todo o mundo para que assumam mais responsabilidade no âmbito da educação. O relatório do organismo internacional informa que 82 por cento das Constituições nacionais analisadas mencionam o direito à educação e que apenas 55 por cento dos países fazem com que esse direito seja um requisito legal.

O documento também diz que “menos de um em cada cinco países garante 12 anos de educação gratuita e compulsória”, e “apenas 17 por cento dos países estipulam legalmente pelo menos um ano de educação gratuita e compulsória para crianças na primeira infância”. (pulsar/opera mundi)

Faça um comentário

98 − = 95