Cefet-RJ sobre intervenção e MEC nomeia diretor que não foi eleito democraticamente


ma mobilização está marcada para terça-feira (20) às onze da manhã, no Cefet Maracanã / Divulgação

Nesta sexta-feira (16) foi publicada uma portaria na qual o ministro da educação, Abraham Weintraub, designa o seu assessor do ministério, Maurício Aires Vieira, para ocupar o cargo de diretor-geral no Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet-RJ).

O Ministério da Educação (MEC) não é obrigado a respeitar as eleições que ocorrem no Cefet, contudo, ao longo da última década, tornou-se uma tradição respeitá-la. A professora e coordenadora de Física do Cefet, Elika Takimoto, falou ao Brasil de Fato que a equipe da instituição foi pega de surpresa e que houve um processo eleitoral este ano que definiu como diretor o professor Maurício Motta.

“Recebemos com muita perplexidade. Ficamos sabendo via publicação do Diário Oficial do dia 15 de agosto. Hoje pela manhã a notícia começou a repercutir no Cefet. Passamos por um processo eleitoral muito tenso e elegemos, de forma democrática, o professor Doutor Mauricio Motta como diretor geral. Esse novo diretor, nomeado pelo ministro da educação, não tem nenhuma ligação com Cefet. Então, a princípio, a qualquer momento pode sentar na cadeira da direção geral uma pessoa que a gente desconhece”, afirmou. Para Takemoto a medida é autoritária. A professora destacou que uma mobilização está marcada para terça-feira (20) às onze da manhã, no Cefet Maracanã.

“Está marcada uma assembleia geral comunitária de todo o Cefet Rio de Janeiro na próxima terça-feira. Fora isso, temos grêmio se reunindo, estamos com várias entidades, como Pedro II, se articulando para fazer uma manifestação. Parados não estamos, estamos perplexos, muito tristes e resistentes. Não aceitamos essa nomeação desse diretor geral que não foi escolhido por nós de forma democrática”, explicou.

A equipe do Brasil de Fato procurou o MEC para esclarecimentos sobre o caso. Por meio de nota, o ministério informou que o processo eleitoral do Cefet-rj está sob análise administrativa e, por isso, até que seja concluída, foi designado um diretor-geral pro tempore para que seja dada continuidade nas atividades administrativas da instituição. (pulsar/brasil de fato)

Faça um comentário

− 2 = 4