Trababalhadores de obras para Copa em Aeroporto de Brasília protestam por melhores condições de trabalho


aeroporto_jk

Aeroporto JK passa por reforma para Copa (foto: portaldacopa)

Cerca de 300 operários que trabalham nas obras de reforma e ampliação do Aeroporto JK para a Copa do Mundo de 2014 protestam na manhã desta quinta-feira (21) por melhores condições de trabalho. A categoria também exige o pagamento dos salários atrasados, algo que estaria acontecendo com frequência.

Os manifestantes fecharam todas as vias de acesso, o que deixou o trânsito totalmente bloqueado no local. Após duas horas e meia de negociação, algumas faixas foram liberadas.

Os trabalhadores também pedem a regularização do vale-alimentação e o pagamento do 13º salário. A Polícia Militar do Distrito Federal foi acionada para controlar a situação e administrar o trânsito.

A Inframérica, consórcio responsável pela administração do aeroporto, disse que ainda não há um posicionamento oficial sobre o ocorrido e que ainda desconhece o real motivo do protesto. O consórcio vai aguardar o resultado da reunião entre a categoria e patrões para se pronunciar.

Os funcionários já haviam feito outra manifestação em setembro deste ano. Outros 800 trabalhadores estão parados na obra do Paranoá, que pertence a mesma empresa. João Barbosa, diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brasília, disse ao correio braziliense que as condições de trabalho são muito ruins e por isso eles querem reajuste salarial. (pulsar)

Faça um comentário

+ 76 = 80