Jungmann diz que inquérito da PF sobre caso Marielle está em fase avançada


Marielle Franco (foto: reprodução)

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que agentes federais não participaram da operação policial no Rio de Janeiro, que prendeu nessa quinta-feira pessoas envolvidas na morte da vereadora do PSOL Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, executados no mês de março.

De acordo com Jungmann, as prisões também não se relacionam às investigações conduzidas pela Polícia Federal.

A pedido da Procuradoria-Geral da República, a Polícia Federal abriu um inquérito no dia primeiro de novembro. O objetivo é apurar se servidores públicos, traficantes ou milicianos estariam atrapalhando as investigações sobre o crime, que completa nove meses nesta sexta-feira.

Jungmann comentou que esse inquérito está em fase avançada e que ele gostaria de anunciar o resultado da investigação ainda este ano.

As declarações de Raul Jungmann ocorreram após a assinatura de um acordo de cooperação para o Ministério da Segurança Pública repassar 20 milhões de reais para o Exército.

O recurso será usado para aprimorar o sistema de comunicação e o treinamento para atuação em regiões de conflitos urbanos.(pulsar)

*Informação da Radioagência Nacional

Faça um comentário

+ 25 = 30