Ex-secretário do Rio é preso em operação da Lava Jato por fraudes em obras públicas


A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto (foto: Agência Brasil)

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto (foto: Agência Brasil)

Policiais federais (PF) e integrantes do Ministério Público Federal (MPF) cumpriram nesta terça-feira (23) seis mandados de prisão e 18 de busca e apreensão contra suspeitos de fraudes em obras no Rio de Janeiro.

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto, do ex-subsecretário Vagner de Castro Pereira e do doleiro Juan Luis Bertran Bitllonch.

Os outros três mandados de prisão são temporários. Os agentes também cumprem seis intimações para depoimento na delegacia.

A Operação Mãos à Obra é um desdobramento da Rio 40 Graus, que revelou esquema de propina na Secretaria Municipal de Obras, em outubro do ano passado. (pulsar)

*Informação Radioagência Nacional

Faça um comentário

− 3 = 1