Manifestação em São Paulo encerra encontro internacional de feministas


Cerca de 2 mil mulheres realizam ato em SP. (foto: Rafael Stedile)

Cerca de 2 mil mulheres realizam ato em SP. (foto: Rafael Stedile)

O 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres (MMM) se encerrou neste final de semana com uma manifestação. Cerca de 2 mil mulheres participaram do ato que teve como tema “Feminismo para Mudar o Mundo”.

Durante a última semana, as feministas se reuniram no Memorial da América Latina, na zona oeste da capital paulista. O protesto, realizado no sábado, foi o momento de apresentar para a sociedade suas reivindicações. Entre elas, a demanda por autonomia sobre seus corpos e vida, o que inclui a defesa legalização do aborto.

As mulheres carregaram bandeiras e cantaram músicas com a frase “Se cuida, se cuida, seu machista. A América Latina vai ser toda feminista”. Algumas seguravam cartazes com os dizeres “Lugar de mulher é onde ela quiser”. As informações são da Agência Brasil.

A cadeirante Marly dos Santos, conselheira do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, disse que “as mulheres com deficiência enfrentam muitos problemas, principalmente o da violência, na própria casa e na rua”. Ressaltou que também enfrentam preconceitos na política e no trabalho.

Outra manifestante era Creusa, da etnia Pataxó, que mora em Araçuaí, em Minas Gerais. Ela afirmou que “as mulheres indígenas ainda enfrentam muitos problemas relacionados as questões da terra e dos alimentos. Creusa afirma que essa situação pode mudar quando “todas as mulheres estiverem reunidas em um só grito”.

A ativista da MMM Terezinha Vicente disse que Encontro, que durou de 25 a 31 de agosto, contou co a participação de mais de mil e 600 mulheres. Dessas, 150 eram de mais de 40 países. Explicou ainda que “o capitalismo e o patriarcado andam juntos”. Ou seja, para a Marcha “a discriminação da mulher, o racismo e a lesbofobia” se relacionam com as desigualdades sociais impostas pelo atual sistema econômico. (pulsar)

 

Faça um comentário

19 − = 15