ONU prevê aumento da demanda global por água, alimento e energia até 2030


(foto: reprodução)

(foto: reprodução)

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), até o ano de 2030, a população mundial vai precisar de 40 por cento a mais de água, 35 por cento a mais de alimento e 50 por cento a mais de energia. Dados da própria entidade apontam que atualmente 768 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada, dois bilhões e 500 milhões não melhoraram suas condições sanitárias e um bilhão e 300 milhões não têm acesso à eletricidade.

Para o secretário-geral da Organização Meteorológica Global e membro da ONU-Água, Michel Jarraud, a situação é considerada inaceitável. Segundo ele, outro agravante é que as pessoas que não têm acesso à água tratada e a condições de saneamento são, na maioria das vezes, as mesmas que não têm acesso à energia elétrica.

O Relatório Global sobre Desenvolvimento e Água 2014, de autoria da ONU-Água, reforça a necessidade de políticas e marcos regulatórios que reconheçam e integrem abordagens sobre prioridades nas áreas de água e energia. O documento destaca como assuntos relacionados à água impactam no campo da energia e vice-versa.

Ainda de acordo com o relatório, 75 por cento de todo o consumo industrial de água é direcionado para a produção de energia elétrica. (pulsar/rba)

Faça um comentário

+ 18 = 24