No Rio, MST inaugura espaço para comercialização de produtos da Reforma Agrária


Nova loja do MST comercializa produtos da Reforma Agrária (foto: MST-RJ)

Nova loja do MST comercializa produtos da Reforma Agrária (foto: MST-RJ)

Os cariocas ganharam nesta semana um novo local para comprar alimentos agroecológicos e produtos fitoterápicos. Na última quarta-feira (16) foi inaugurado o Espaço de Exposição e Comercialização dos Produtos da Reforma Agrária Terra Crioula, no bairro da Lapa. A iniciativa além de melhorar a comercialização de itens da agricultura camponesa fluminense, também aproxima os moradores da cidade dos debates e discussões do campo.

O evento que vai até sexta-feira (18)  está sendo organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e busca mostrar para a sociedade brasileira a importância e urgência de realizar uma Reforma Agrária no país. À Pulsar Brasil, o integrante da direção estadual do MST no Rio, Raoni Lustosa, destacou que o encontro possibilita fortalecer a pauta do campo a partir do momento que outros setores sociais conhecem o trabalho dos assentamentos do estado.

A loja inaugurada pelo MST é uma iniciativa que reúne 19 assentamentos rurais, que se organizam em cooperativas, associações e coletivos de trabalho. Na nova loja estão sendo comercializados legumes, verduras, frutas, cosméticos naturais, fitoterápicos e cerveja artesanal.

Alguns setores do MST têm crescido nos últimos anos e o de saúde é um deles. O núcleo investiu em cursos de formação e no próprio conhecimento tradicional das populações rurais para iniciar a produção de fitoterápicos e fitocosméticos . Ivi Tavares é profissional da saúde e atua no coletivo de saúde do MST do Rio de Janeiro. Ela conta que as plantas utilizadas para fazer os produtos são cuidadosamente selecionadas. Segundo Tavares, há também a preocupação de que os medicamentos fitoterápicos desenvolvidos atendam às necessidade dos trabalhadores rurais.

O espaço da Reforma Agrária Terra Crioula está localizado na Rua da Lapa, 107. Os interessados em conhecer mais sobre a agricultura camponesa e os seus produtos terão até sexta-feira (18) para visitar o local. O horário de funcionamento da loja é até às nove da noite. (pulsar)

Audios:

Faça um comentário

+ 50 = 56