Moradores protestam contra pessoas em situação de rua em Florianópolis


População de rua

População de rua (foto:reprodução)

No último domingo (8), moradores do bairro Canasvieiras, na cidade de Florianópolis, foram para as ruas com cartazes, faixas, autofalantes e carro de som. O motivo do protesto era a presença de pessoas em situação de rua na região.

Canasvieiras é uma das praias preferidas pelos turistas e a chegada desses novos moradores é motivo de muita preocupação. Os insatisfeitos fazem uma série de reclamações, que vão desde sujeira até drogas e violência.

O turismo é a grande preocupação dos moradores incomodados. Luciana da Silva, uma das organizadoras do protesto, afirma que a tentativa é de limpar a praia para a chegada do turista. A presença indesejada das pessoas nas ruas estaria queimando a imagem da praia. No blog SOS Canasvieiras, organizado por moradores da região, pode ser encontrado um texto com o título “Turismo insustentável”. O texto afirma que não é esse tipo de turista que o bairro quer e precisa, nem na baixa temporada, nem na temporada de verão.

Porém, os protestos não são consenso entre os moradores de Canasvieiras. Rosângela Chaves lembra que essas pessoas em situação de rua não têm albergue, nem onde tomar banho e todos só sabem criticar. Rosângela ainda questiona se a praia é só para quem tem dinheiro. Atualmente, de acordo com o último censo do IBGE, esta população representa 1.8 milhões de brasileiros.

Após os protestos, a Prefeitura de Florianópolis diz que intensificou a abordagem de assistentes sociais nas ruas e que investigou denúncias sobre possível ação de outras prefeituras transferindo mendigos, mas afirma que as suspeitas não procedem. (pulsar/revista fórum)

Faça um comentário

9 + 1 =