EUA informa que 49 crianças brasileiras estão em abrigos separadas dos pais


Gravação mostra sofrimento de crianças separadas da família (foto: reprodução)

Gravação mostra sofrimento de crianças separadas da família (foto: reprodução)

O cônsul-geral adjunto do Brasil, em Houston, Felipe Santarosa, informou que o governo dos Estados Unidos enviou comunicado ao consulado dizendo que há 49 crianças brasileiras em abrigos em todo o país. Os menores foram separados dos pais ao cruzarem ilegalmente a fronteira norte-americana. O comunicado é do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos e informa da triagem feita pelo governo.

Santarosa conta que o informe não dá detalhes sobre as crianças. O trabalho dos diplomatas brasileiros agora, será pesquisar onde estão essas instituições e fazer contato com os abrigos.

O cônsul informou que, inicialmente, ele tinha conhecimento de oito casos de crianças em abrigos e que essas informações chegaram ao consulado através de pessoas que fizeram contato o serviço de apoio a brasileiros no exterior.

O trabalho da assessoria consular é de localizar, visitar as crianças, verificar a condição delas e estabelecer contato com as famílias. O Cônsul esclareceu que, o governo brasileiro não pode interferir na questão judicial dos Estados Unidos.

Santarosa contou que as informações recebidas até agora, mostram que as crianças estão em boas condições. Ele contou ainda um caso de uma brasileira presa que não sabia onde estavam os filhos.

O cônsul orienta aos brasileiros, em situação semelhante, procurem o serviço de assistência consular do Itamaraty.

Nesta quarta-feira (20), depois de muita pressão da oposição e até de integrantes do  próprio partido, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um decreto para por fim à separação das famílias que tentaram atravessar  ilegalmente a fronteira. (pulsar)

*Informação da Radioagência Nacional

Faça um comentário

− 1 = 5