Funcionários da EBC entram em greve por direitos e comunicação pública de qualidade


Servidores decretaram greve por mais direitos (foto:agenciabrasil)

Servidores decretaram greve por mais direitos (foto:agenciabrasil)

Servidores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) entraram em greve a partir de ontem (7). A greve foi aprovada em assembleia na última terça-feira (5). Os funcionários exigem que a empresa, que é  pública, abra mais canais para participação da sociedade.

Os trabalhadores da EBC rejeitaram a proposta apresentada pela empresa e decidiram levar à direção uma contraproposta. Mas a até o momento, a EBC mantém a decisão de resolver o impasse no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

A empresa tem 2 mil 151 servidores em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão e Tabatinga. Criada no final de 2007, a EBC é responsável pelo funcionamento da Agência Brasil, do Portal EBC, de oito emissoras de rádio, da Radioagência Nacional, da TV Brasil e da TV Brasil Internacional.

Pela proposta da empresa, os salários teriam reajuste de 5,86%, referentes às perdas da inflação mais ganhos reais de 1%, divididos da seguinte forma: 0,5% em 2013 e 0,5% em novembro de 2014. Na contraproposta, os trabalhadores pedem um reajuste salarial de 290 reais para cada servidor e aumento de 11% no valor do tíquete-alimentação.

Raquel Junia, jornalista e funcionária da empresa, explicou, em entrevista à Agência Petroleira de Notícias, que a luta também é por uma comunicação mais pública e democrática. Segundo ela, os contéudos produzidos pela EBC “só serão públicos de fato se os funcionários forem realmente valorizados”.

Ela lembra que o serviço público é pago por toda a população e por isso deve atender às necessidades e permitir a participação da da sociedade. Uma assembleia de avaliação do movimento esta sendo realizada nessa tarde (8). (pulsar)

 

Audios:

  • Raquel Junia, jornalista e funcionária da EBC:

    Explica o motivo da greve dos funcionários

    Clique para baixar (495 KB)
  • Raquel Junia, jornalista e funcionária da EBC:

    Fala sobre a necessidade de valorizar os funcinários por uma comunicação mais pública

    Clique para baixar (596 KB)

Faça um comentário

2 + 7 =